Menu

Prefeita recebe a visita do ator e diretor Paulo Betti para o filme ‘A fera na selva’

22 OUT 2019
22 de Outubro de 2019
  A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, recebeu na tarde desta segunda-feira (21) a visita, em seu gabinete, do ator e diretor Paulo Betti, para divulgar e convidar a chefe do Executivo para acompanhar a exibição, na próxima quarta-feira, às 17h, de uma das sessões de seu filme “A fera na selva”. Será uma sessão especial com um grupo de 110 cegos assistidos pela Associação Sorocabana de Atividades para Deficientes Visuais (Asac) e pelo Banco de Olhos de Sorocaba (BOS). A prefeita confirmou a participação. O filme está em cartaz na sala 7 do Cineplay do Sorocaba Shopping.

Baseado livremente na novela de Henry James, “A fera na selva” acompanha a história de João, um homem que vive na esperança de presenciar em algum momento de sua vida um acontecimento extraordinário, ao lado de Maria, sem enxergar as pequenas maravilhas de seu cotidiano.

O longa foi filmado em 2015 e teve como locações endereços históricos como a Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema, o prédio dos Correios da rua São Bento, a Estação Ferroviária e o antigo Teatro São Rafael, atual Fundec. Além de contracenarem nos papéis principais, Paulo e a ex-mulher, Eliane Giardini, dividem o roteiro e a direção enquanto a filha dos dois, Juliana Betti, foi a encarregada da produção de elenco.

 “Tornou-se o mais pessoal dos meus projetos. Nele (o filme), procurei me aproximar de todos aqueles que amo. Não só das pessoas, mas dos lugares inclusive, das minhas referências. Meus irmãos mais velhos também aparecem no filme, além de Sorocaba, minha paixão”, explicou o ator e diretor sorocabano, que completou: “A fera na selva” já foi selecionado para o 45º Festival de Cinema de Gramado, 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e o 33º San Francisco Latin Film Festival, entre outros.”

Em relação à exibição na próxima quarta-feira, Paulo Betti comenta que a ideia de promover as sessões especiais surgiu após uma elogiosa crítica do jornalista Lucas Borba, do canal Câmera Cega, que considerou o longa como bastante apropriado para cegos, porque tem um narrador e é todo baseado nas palavras. A iniciativa é patrocinada pela Associação Comercial de Sorocaba (Acso), sendo exclusiva aos deficientes visuais assistidos pela Asac e o BOS, além de seus acompanhantes.

 “Farei uma performance durante a sessão para os cegos, uma espécie de audiodescrição, acústica e inédita”, afirma o ator.

“Só podemos agradecer sua presença. Um ator dos mais respeitados e do país e que neste filme exalta a nossa cidade. Temos que, cada vez mais, presenciar o cinema nacional”, afirmou a prefeita.

Estiveram presentes os secretários de Comunicação e Eventos (Secom), Djalma Luiz Benette; Cultura (Secult), Marcel Stefano; Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), Flávio Chaves; do chefe de Gabinete do Poder Executivo, José Marcos Gomes Júnior, além dos vereadores José Francisco Martinez, Cíntia de Almeida, Wanderley Diogo e Renan dos Santos. Também estiveram presentes o presente da Associação Comercial de Sorocaba (Acso), Sérgio Reze, e da coordenadora pedagógica, da Asac, Renata Milego.


Por: Marcelo Andrade terça-feira, 22 de outubro de 2019 - 00h08 / Agência Sorocaba


Voltar

Rádio Sorocaba FM

Tenha também o seu site. É grátis!